Blog

O que a AWS acha de sustentabilidade na nuvem?

Sustentabilidade na nuvem: A disciplina de sustentabilidade aborda o impacto ambiental, econômico e social de longo prazo de suas atividades comerciais. A Comissão Mundial das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento define o desenvolvimento sustentável como “o desenvolvimento que atende às necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de atender às suas próprias necessidades”. Sua empresa ou organização pode ter impactos ambientais negativos, como emissões diretas ou indiretas de carbono, resíduos não recicláveis ​​e danos a recursos compartilhados, como água potável.

Ao criar cargas de trabalho em nuvem, a prática da sustentabilidade é entender os impactos dos serviços usados, quantificar os impactos durante todo o ciclo de vida da carga de trabalho e aplicar princípios de design e práticas recomendadas para reduzir esses impactos. Este documento enfoca os impactos ambientais, especialmente o consumo e a eficiência energética, uma vez que são importantes alavancas para os arquitetos informarem ações diretas para reduzir o uso de recursos.

Ao focar nos impactos ambientais, você deve entender como esses impactos são normalmente contabilizados e os impactos subsequentes na própria contabilidade de emissões de sua organização. O Protocolo de Gases de Efeito Estufa organiza as emissões de carbono nos seguintes escopos, juntamente com exemplos de emissão relevantes dentro de cada escopo para um provedor de nuvem como a AWS:

  • Escopo 1: Todas as emissões diretas das atividades de uma organização ou sob seu controle. Por exemplo, combustão de combustível por geradores de backup de data center.
  • Escopo 2: Emissões indiretas de eletricidade comprada e usada para alimentar data centers e outras instalações. Por exemplo, emissões de geração de energia comercial.
  • Escopo 3: Todas as outras emissões indiretas das atividades de uma organização de fontes que ela não controla. Os exemplos da AWS incluem emissões relacionadas à construção de data centers e à fabricação e transporte de hardware de TI implantado em data centers.

Do ponto de vista do cliente da AWS, as emissões de suas cargas de trabalho em execução na AWS são contabilizadas como emissões indiretas e parte de suas emissões de Escopo 3. Cada carga de trabalho implantada gera uma fração do total de emissões da AWS de cada um dos escopos anteriores. A quantidade real varia de acordo com a carga de trabalho e depende de vários fatores, incluindo os serviços da AWS usados, a energia consumida por esses serviços, a intensidade de carbono das redes elétricas que atendem aos datacenters da AWS onde são executados e a aquisição de energia renovável da AWS.

Este documento primeiro descreve um modelo de responsabilidade compartilhada para a sustentabilidade ambiental e, em seguida, fornece as melhores práticas de arquitetura para que você possa minimizar o impacto de suas cargas de trabalho reduzindo o total de recursos necessários para sua execução nos datacenters da AWS.

Artigo originalmente publicado por AWS

DNX Brasil – Soluções cloud-native

close
Start typing to see posts you are looking for.
Sidebar Scroll To Top
Twitter YouTube linkedin